segunda-feira, outubro 09, 2006

És cultura

Foi com espanto que conheci a obra de Lorenzo Quinn. Este catalão está para a escultura como Dali esteve para a pintura. Subliminar e perfeição não são aqui adjectivos despiciendos. Poder-se-á dizer que tem um pouco de kitsch, whatever, é um deslumbre para a vista e para os sentidos.





Nota 1: a comparação com o Dali foi exagero meu, mas mesmo assim...

Nota 2: deixo-vos uma escultura de palavras, todas começadas pela letra M, obra do comediante brasileiro Chico Anísio.

Nota 3: e para terminar, a melhor voz portuguesa... mesmo considerando a da Amália! A opinião é minha e gostos não se discutem... pouco!

7 comentários:

Joana disse...

confesso quer nunca me senti muito atráda pela escultura... sempre me causou arrepios... vá-se lá saber porquê... mas gostei do "És cultura"... até 'tiveste bem...

Andreia do Flautim disse...

Não é o meu forte, mas dou valor a isso.

Miguel disse...

Tens razão, gostos não se discutem ...!

Uma Boa semana!
Bjks da matilde

cemremos disse...

Em relação à nota 1- Não considero que esteja assim tão distante "d(e)ali!lol

Em relação à nota 3, não podia estar mais de acordo...uma grande voz,uma grande canção e um grande mar!

Thiago Forrest Gump disse...

Chico arrebenta!

Sinto saudades da escolinha do Professor Raimundo.

João, não sou muito apreciador de esculturas. Confesso que gosto mais de pinturas.



Abraço

João Mãos de Tesoura disse...

joana: eu confesso que adoro a escultura, muito. A plástica tem uma expressão fortíssima, tridimensional, basta ver o David de Miguel Ângelo em Florença.

andreia: o teu forte é o flautim! :)

miguel: disseste tudo!
Abraço

semremos: bom gosto! :)

thiago: o Chico é genial! Pena ser tão pouco conhecido em Portugal.
Abraço

LFM disse...

Sim, de facto a comparação com Dali foi um pouco exagerada, mas são esteticamente muito agradáveis as obras desse senhor.