segunda-feira, outubro 16, 2006

Agora falo eu

A reorganização do blogue relembrou-me textos de que gosto. Decidi fazer o insano, vou da insónia ao silêncio.



Quando abrirem a página, cliquem no play ao lado do nome do poema!


Nota: eu sei que a experiência é muito má, mas tenho propensão para o exótico, to say the least...

23 comentários:

Margarida Atheling disse...

Pelos vistos... anda muita gente em "arrumações", cada um à sua maneira.

Não, a experiência não foi muito má! De modo nenhum! :)

Eva disse...

Gostei imenso de ouvir os teus poemas!

;)

Anónimo disse...

Como poeta estás aprovado! :)

Virgínia

Miguel disse...

A redescobrir o teu blog ...!?
Fazes muito bem!

Uma boa semana!
Bjks da Matilde

Thiago Forrest Gump disse...

As mulheres enlouquecem com isto!

Parabéns João, foi uma grande tacada! looooooooooooool :D

Haddock disse...

Bela arrumação! Obrigado!

thalie disse...

Mas que grande poeta!!! Queremos muitas insónias para quebrarmos o silêncio com os teus poemas.
Fica bem!!!!

saltosaltos disse...

Agora falo eu:
Pois olha, eu achei a ideia brilhante!

Imaginei-me logo a gravar uma canção no banho! Não encontro melhor maneira de espantar os "pacientes" lá do meu suposto "consultório"!

Dr.ª High Heels

Periférico disse...

Não te sabia declamador!;-)

Parabéns pelo exótico e arrojo tecnológico!;-)

Um abraço

P.S. Também te linkei.:-)

Andreia do Flautim disse...

Boa declamação!:)

olharomar disse...

arrumaçoes em silêncios..

senti o momento, gostei de ouvir os poemas!

Olharomar

Thiago Forrest Gump disse...

João, diz se isto não foi bolado? lolololololololololololol



Sacanagem! :D

Mina disse...

E digam lá se a loucura não pode ser saudável? :)
Beijoca!

pequenita (quando o teu corpo e o meu) disse...

"A tua beleza submerge-me, submerge o mais fundo de mim. E quando a tua beleza me queima, dissolvo-me como nunca, perante um homem,me dissolvera. De entre os homens eu era diferente, era eu própria, mas em ti vejo parte de mim que és tu. Sinto-te em mim. Sinto a minha própria voz tornar-se mais grave como se te tivesse bebido, como se cada parcela da nossa semelhança estivesse soldada pelo fogo e a fissura não fosse detectável"
Anaïs Nin
bacis by pequenita

Cruzeiro disse...

Gostei dos poemas, e, da voz que os declama. ;-)
Pelos vistos o teu blog já aderiu ao choque tecnológico, será que daqui a pouco vamos ver-te a "ler-nos" os posts? ;-)

Cristina disse...

Adorei ouvir os teus poemas, especialmente porque através da blogosfera não conhecemos a voz de ninguém, fiquei agora a conhecer o tom da tua voz
:)
beijinhu

Thiago Forrest Gump disse...

Vou gravar... hum... deixa pra lá! loooooooooooooooooooooooool

João Mãos de Tesoura disse...

margarida: não passa de uma experiência, mas obrigado na mesma! :)

eva: estes davam para ouvir, mas não melhoraram nada com isso! Bem tentei... ;)

Virgínia: só como poeta! :)

miguel: foi um esforço e tanto!
Abraço

thiago: enlouquecem? E precisam disto para enlouquecer? :D

haddock: se tiveres pachorra navega por aí, nem tudo é mau! :)

thalie: obrigado! :) (corei)

saltos altos: essa eu não quero perder. Já me vejo no trânsito de Lisboa a ouvir a cassete! :D

periférico: nem eu me vejo! :D O arrojo tecnológico, esse, está aí para todos! :)

andreia: mas com pouca música! :D

olhaomar: ainda bem que sentiste! :) Obrigado!

thiago: aqui é tudo espontâneo! :)

mina: quando o é não há nada melhor! :)

pequenita: a minha beleza? Se eu fosse mais bonito era horrível! :D
baci

cruzeiro: este blogue não aderiu ao choque tecnológico... este blogue é um choque! :D

cristina: agora já sabes que por detrás destas letras há uma voz cavernosa! :D
Beijinhu

thiago: grava, grava! :)

Isabel Mar disse...

bom.. esta gente tá toda louca? menino... tamos no outono e não n primavera! Bom, pra ti mãos de tesoura... o poema silêncio tem a ver com a minha ideia de vazio k expresso no meu blog do sapo; acho eu... quanto às mulheres enlouquecerem, mas vcs pensam k somos todas iguais aos esterótipos publicitários? nós enloukecemos quando e por quem decidimos enlouquecer...claro k a sensibilidade ajuda, mas é preciso mt mais hahaha

João Mãos de Tesoura disse...

isabel: aqui ninguém enlouquece, basta seguir a prescrição! :D Benvinda a este cantinho, volta sempre!

Jonice disse...

Thiago me trouxe até aqui e eu gostei tanto, que poemas belos!
Que bom ouví-los, idéia muito boa fazê-los sonoros.

João Mãos de Tesoura disse...

jonice: obrigado, mas eles soariam muito melhor com o vosso sotaque! :D
Beijos, volta sempre

nancy moises disse...

ola joão ....adorei sua visita.. vc poderia me mandar seu email preciso entrar em contato com vc ok?
Um gde abraço...