sábado, outubro 14, 2006

Portuguesa

A mulher portuguesa pode orgulhar-se, hoje não deve nada a ninguém! Poder-se-á dizer que não é proporcionada, que tem pernas curtas, que as nórdicas têm mais equilíbrio, blá, blá, blá! Nada mais falso, as novas gerações estão aí para o provar. Vestem-se melhor, pintam-se melhor, sorriem melhor, cativam mais. Bastou o Verão para que as dúvidas se dissipassem!



Modelos da Ellite Portugal.


Sons: Aproveitem o fim-de-semana para dançar! Se puderem dancem slows, acreditem que a moda vai voltar pois não há dança mais íntima! E para quem tem dúvidas sobre a voz deste senhor, rendam-se! O original em estúdio tem outra qualidade, que saudades do Freddy Mercury...

10 comentários:

Menina_marota disse...

As novas gerações?!

Olha meu lindo, eu com 17 anitos, fiz parar uma vez o trânsito em Madrid... e já na casa dos 30, um palerma qualquer provocou um acidente em cadeia por se virar para me assobiar!!!
E esta, hem???

ahahahahah (olha que foi verdade!!)

Bj ;)

João Mãos de Tesoura disse...

menina morata: acredito, mas os homens da tua geração também eram mais feios... hahahahaha (olha que é verdade) :D
Brinco!!!!!!!!!!!
Bj

Nota: Agora é que abri as hostilidades, vai chover saraivada!

Principessa disse...

ai que [poucas] saudades do bigode da mulher lusitana... ;)

Hugo Denis disse...

Qué bellezas!

Aunque en España hay buenisimo material, eh!

Te devolví el link, saludos!

Tia Cremilde disse...

basta por os olhos na tia ;)

mamocos disse...

Obrigado, João, por linkar meu blog aqui. E quanto às mulheres portuguesas... vc tem toda a razão.

Abraço

Thiago Forrest Gump disse...

Acho que ganhaste a Tia! ;)

João Mãos de Tesoura disse...

principessa: o famoso buço? Esse havia em todas as nacionalidades! ;)

hugo: e que material! ;)

tia: gosto dos óculos! :D

mamocos: elas é que têm!

thiago: e o prima! :D

Cruzeiro disse...

Tens razão, as mulheres de hoje já têm o cuidado de se arranjar, o que me obriga a mim, que já não sou nenhuma gaiata a ter o mesmo cuidado se quiser arranjar um gajo pá! (brincadeira) ;-)
Que saudades de dançar slows...

João Mãos de Tesoura disse...

cruzeiro: podes crer, não há dança como um bom slow!