quarta-feira, julho 13, 2005

A minha pena

É para ti que escrevo, para quem não sei nem vejo, que me mira à porta em jeito de sombra, e se num ápice me resgatas o texto eu ofereço-te, é teu, sempre foi, que dele nada quero a não ser que o toques, e quanto mais sentido for mais eu escreverei, como se de uma luta se tratasse, com a urgência de to oferecer, sem razão para além do prazer e um pouco de vaidade também, quem não a tem, e se puderes diz o que sentes, comenta, esse é alimento que não se descuida, pois texto com texto enfrentam-se nas razões de cada um, e não as há maiores mas sim diferentes, e a ti vou ler também sem azedo ou submisso, se começo tu acabas, se tu lês eu aprendo.



A pena está velha, bem tentei o ponto final mas saía-me sempre a vírgula...

7 comentários:

Cerejinha disse...

Lindíssimo!
:-)
PS- Ainda bem que só te sai uma virgula, afinal é a a pausa mais pequena de um texto. Não te atrevas, sequer, a pensar num ponto final parágrafo!

João Mãos de Tesoura disse...

cerejinha: Obrigado, eu também gostei muito de o escrever, assim de um fôlego, quase sem respirar!
Quanto ao parágrafo... um dia virá! Isto também cansa e este blogue já foi mais animado, e escrever por escrever prefiro ir até à praia curtir com os amigos. Também não queria fazer disto um chat, como vejo vários, em que o autor mais um ou dois comentadores preenchem 100 comentários numa conversa animada, quantas vezes distante do interesse do post. Enfim, não se pode ter tudo; já reparaste, este era um post para ser comentado, outros nem tanto... como tu me percebes!
Beijos

omeublogemaiorqueoteu disse...

Gostei. Muito. Soube a pouco. É pena!

ofrioquefaznacama disse...

Vale a pena passar pelo teu blog. Nem só de humor vive o homem. Parabéns.

Zee'Ay disse...

Hey there!

Images de Nice !

:D

João Mãos de Tesoura disse...

Hmmm... I suspect your visit to my awful blog was in fact as a result of your determination to beat anyone... well, you reach Portugal a small country who denied to sponsor Colombo to discover your country... yes, he made a mistake and everyone call you Indians... :D
Can you imagine the lucky you are? Guess how the world would be if you speak Portuguese... dahhhh! :D
Kisses from this yard to a rose!

carla disse...

Muito bonito...joão nao penses no ponto fianl paragrafo...eu passo por ca todos os dias so para ver com o que nos brindas-te nesse dia!Nem smp respondo pq muitas das vezes é de fugida, e nos meus tempos conturbados és tu que me fazes rir comos teus posts...vai utilizando smp a virgula :)
Bjokas