domingo, fevereiro 12, 2006

Retrato

Faial! Encontro-me no paraíso há 2 dias. A surpresa é constante, basta andar por caminhos impossíveis para se ver mais uma cratera, para se descobrir mais um detalhe. A moto responde aos meus pedidos, galgo trilhos escorregadios cheios de cascalho fino. Aqui e ali vêm os pequenos sustos mas nada demais. De repente o insólito, um cavalo sem arreios mira-me de frente no meio do caminho. Majestoso, num castanho de pêlos rebeldes, não se mostra ameaçador. Avanço e ele generosamente cede-me o caminho como se percebesse o meu deleite.
O Céu azul recorta a ilha com uma claridade estonteante. À distância do canal levanta-se imponente o Pico. Mais atrás, deitado, descansa S. Jorge. Estou no topo da ilha, só, com a companhia de uma brisa que é bem-vinda. Uma solidão assim vale ouro e eu não desdenho o que a vida me dá!



A minha foto do Pico do mundo!

7 comentários:

MWoman disse...

Caramba, homem, estás mesmo no paraíso ou isso é só conversa?

A avaliar pela foto estás muito bem acompanhado!
( e eu estou disléxica porque hoje não atino com as letras, sai-me tudo trocado. Já não bebo mais hoje!)

A.J.Faria disse...

Olá, João!
Pelo que posso constatar ficaste contagiado pelas maravilhas dos Açores!
Fico feliz por isso!
Um grande abraço,

Thiago Forrest Gump disse...

Esse tipo de solidão vale ouro. Concordo. Acompanhada do silêncio então, melhor ainda!

Luna disse...

concordo contigo João...vale ouro e não se desdenha quando se tem. Boa solidão!

carla disse...

Bem João a fotografia ta linda, e sim solidões dessas valem mais que ouro...e são smp bem vindas!
Boas fotos e aproveita essa solidão!:)
Bjokas

Sónia disse...

Feliz daquele que conhece o paraíso e sabe aproveitá-lo e tê-lo como se fosse seu... Que assim seja!

João Mãos de Tesoura disse...

mWoman: a inveja é uma coisa muito feia... tss! tss! A companhia foi a máquina que captou para eu não me esquecer!
O que estás a beber... um copo de leite? :D
Beijos

a.j.faria: os Açores são um lugar imperdível! Quero voltar mais vezes!
Abraço

thiago: como me compreendes!
Abraço

luna: nem mais!
Beijos

carla: aproveitei, podes crer!
Beijos

sónia: paraíso... mas ninguém me ofereceu uma maçã! Bem, eu para Adão também não tinha muito jeito! :D
Beijos