sexta-feira, julho 07, 2006

Filosofia

Tudo o que é intenso é volátil.





Nota: Se na vida tudo fosse intenso, então o intenso seria a normalidade e, assim, sem surpresa. O homem precisa de se surpreender, de ter momentos em que os sentidos e a razão não são suficientes para a percepção das coisas. Não podemos viver sempre assim, mas precisamos de momentos que nos alimentem para suportarmos o trivial.

16 comentários:

Cerejinha disse...

...ou não seria intenso!



Bom fim-de-semana:-)

Thiago Forrest Gump disse...

Será?

A seleção portuguesa jogou a copa de forma intensa. No entanto, foi volátil?

Hmmmm, filosofia é quase sempre abstrata. :D


Bom fim de semana, com pizza?

Sylvester disse...

Cada vez mais tenho essa sensação, também.

Aplica-se a tanta coisa... Sobretudo às certezas!!!!

O que é certo um dia, já não o é noutro e vice versa!

Parabéns pelo blog!

dreams disse...

depende das condições ambientes e do grau de volatilidade...

adorei conhecer o teu cantinho...
apesar de não partilhar algumas opiniões...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

Miguel disse...

Provavelmente ...!

Os votos de um BOM FDS!

Bjks da Matilde

saltosaltos disse...

Tal e qual eu!

Fico com o gelado!

João Mãos de Tesoura disse...

cerejinha: nem mais!:)
Bjs

thiago: o mundial, mesmo que o ganhássemos, no futuro não produziria a felicidade que se teria no dia da vitória. Isso sim, seria intenso!
Abraço e bom fds!

sylevester: eu não falava de convicções, tão somente de sensações! Quanto às certezas, as que de facto mais se alteram são aquelas que se prendem com as relações entre pessoas, isto é, abragem a psicologia (o psico inacto e desenvolvido) e a sociologia (a interacção entre as pessoas). Aqui também haveria muito a dizer, ficará para segundas núpcias!
Abraço

dreams: as opiniões são por definição convicções de indivíduos pelo que nunca podem ser sempre idênticas, e ainda bem!
Volta sempre,
Bjs

miguel: de certeza!
Abraço

João Mãos de Tesoura disse...

saltos altos: ups! entraste quando estava a comentar e por isso ficaste de fora da minha resposta anterior mas serás, também, uma feliz contemplada!
Podes ficar com o gelado e, se eu fosse a ti, despachava-me, pois ele está a derreter-se!
Bjs

OvelhaNegra disse...

Ao fazer um périplo por diversos blogs, deparei-me com o teu.
Li os teus textos, vi as tuas fotos. Conclusão: Bastante agradada com aquilo que encontrei.
Este teu último texto faz-me recordar aquela máxima que diz que a Felicidade não existe. O que existe são momentos de felicidade.
Quanto à intensidade, sou suspeita. Vivo tudo com intensidade. Ou amo ou detesto. Nada me é indiferente. ( A fazer fé na Astrologia dizem que é a caracteristica chave dos escorpiões. Risos.)
Confesso que viver assim, é desgastante e inquietante.
É uma luta interior sem tréguas.
É o permanente «cogito sed cogitamus».

Um sorriso e um beijo*

Anónimo disse...

nossa!
amei seu blog
suas palavras
parabéns
da uma olhada lá no meu
será muito bem vindo
beijos
http://carla-feitosa.blog.uol.com.br/

legivel disse...

com a intenção
de não ser tão intenso
no ar suspendeu-se a mão
e o resto do corpo ficou tenso.

Assim, interrompeu (momentaneamente), o animado trivial pursuit...

legivel disse...

... faltou o abraço e uma boa semana!

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Li isto num blog amigo "tudo que vem intensamente à minha vida tb assim parte".. e doi tanto :( Beijokas

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

E que ganha o teu amigo com esses 5 minutos a mais? sabes,nem sempre a beleza importa, o palavrie tb conta imenso entao esses cinco minutos, bem usados, podem valer ouro.
fico feliz que tenhas gostado do meu blog, mas acho-o as vezes bastante futil e MUITO pretencioso!
Hehehe!!

Voltarei ao teu cantinho sim :) sempre!

Beijokas retribuidas e de Paris :)

pinky disse...

é bem verdade, a vida sem umas intensidades ocasionais, sem uns acontecimentos, seria um tédio completo, mas a constante intensidade também seria cansativa e irava-nos o prazer do factor surpresa, é no equilibro, como em tudo na vida, que está o segredo.

João Mãos de Tesoura disse...

ovelha negra: concordo com o que dizes; temos momentos de felicidade e não um estado de graça permanete. Contudo, temos a obrigação de tentar ser felizes!
Na vida há os que a vivem com paixão e os que preferem a razão. Os segundos só muito tarde vão perceber o que perderam!
Retribuo o sorriso e o beijo

carla feitosa: já fui! Obrigado pelo exagero!! Volta sempre!
Beijos

legível: e foi aí que perceberam que estavam a jogar o monopólio, só isso justificava que Belmiro estivesse a ganhar! :D
Abraço

elite: hoje tenho muitas premières! No entanto, tu és a primeira angolana parisiense! Mistura explosiva, só pode!
Quanto à dor, não concordo completamente, pois há momentos intensos que dão prazer recordar! Aqueles em que a contemplação foi satisfação bastante!
Volta sempre,
Beijokas

pinky: o equilíbrio é o segredo; diz-se de quem o tem que é detentor de elevada inteligência emocional! Ah pois é! :)
Beijos