sábado, janeiro 05, 2008

Portuñol

Sinto-me ibérico! Para mim, as azeitonas de Elvas e de Badajoz têm o mesmo sabor. Somos diferentes nos detalhes, naquilo que os outros têm e nos faz sorrir. A língua, as tapas, a tourada, a movida, o salero, o flamengo, a arquitectura, etc. Chamem-lhe cultura, mas que isso não nos divida. No essencial, na alma, sou português, mas não sinto o fado e a saudade como destino. E se a história nos separou, que a Europa nos aproxime, pois entre tão diferentes seremos irmãos!



E se no império e na diáspora fomos pares, que se dance o tango ou algo com alma!

Para quem goste de Karaoke!

6 comentários:

Thiago Forrest Gump disse...

João, impossível seria um post desse entre Brasil e Argentina! O mundo acabaria antes. lolololol

Branca disse...

Vim deixar desejos de um 2008 muito feliz!

Anónimo disse...

Iberismo ou europeísmo? É bom não esquecer que "de Espanha, nem bom vento nem bom casamento".

S.P.

Cerejinha disse...

Olé!!!!

:-)

Um óptimo ano repleto de sonhos desejados e desejoa concretizados!

Andreia do Flautim disse...

às vezes gostava de ser espanhola...

Anónimo disse...

Primeiro as azeitonas de Elvas são mto mais saborosas que as de Badajoz,Espanha não tem produtos de qualidade.
Segundo,se ele é Iberico devia tambem sentir o fado e a saudade do destino.
O que nos divide é a maneira arrogante dos espanhóis se afirmarem como melhores que os outros pegando em ideais estupidos como Iberismos.